Talking about cycling tours with Ed Laverack #JLT Condor Team

Foi um prazer conhecer este amoroso casal do País de Gales, que estão alojados nas “Casas dos Avós” na aldeia de Trebilhadouro, Vale de Cambra, para praticar ciclismo de estrada na região das Montanhas Mágicas.

It was a pleasure to meet this loving couple from Wales, who is staying at “Casas dos Avós” in the village of Trebilhadouro, Vale de Cambra, to practice cycling in the region.

O Ed Laverack vai participar nesta edição da Volta a Portugal em Bicicleta, é um ciclista profissional da equipa JLT Condor de Inglaterra, boa sorte para a prova, espero que voltem novamente para conhecer melhor a região.

Ed Laverack will race in this edition of the (Tour) Volta a Portugal em Bicicleta, he is a professional cyclist of the JLT Condor team, good luck for the race and come back again to know even better our region.

Fiz uma entrevista ao Ed, com algumas questões sobre a sua estadia na região de Vale de Cambra.

I did an interview to Ed, with some questions about his stay in Vale de Cambra region.

A thank you to Ed and Charlie, I hope to meet you again in Vale de Cambra to discover the region better and taste more portuguese food. Um abraço e obrigado, Joel.

Pelas estradas da RAP – um mix das linhas A,M e P

Uma volta dura, pelas estradas da (RAP) Rota da Água e da Pedras das Montanhas Mágicas!

Com partida e chegada no centro da Vila de Arouca, esta volta liga 8 pontos da RAP, um mix das linhas A – Arada, M – Montemuro e P- Paiva.

Uma volta para se fazer com tempo, com alguns amigos, para parar e visitar, como é o caso do primeiro ponto da RAP que encontramos pelo caminho.

A7 – Minas de Rio de Frades. Chegando à aldeia de Rio de Frades, a sugestão é deixar a bicicleta no início do caminho que dá acesso à mina e percorrer a pé os cerca de 250 metros até à entrada da mina, depois é entrar e atravessar!

NOTA: convém levar uma lanterna na mochila, a luz do telemóvel não é suficiente. Continuar a ler “Pelas estradas da RAP – um mix das linhas A,M e P”

VIDEO | O Vale dos Duros GPS 2017

O Vale dos Duros GPS – Promoção do território através da bicicleta Btt

Obrigado a todos pela vossa participação.

Um dos maiores objectivos deste evento, foi promover esta região ao longo destes três meses de preparação, mostrando o seu potencial para a pratica do turismo activo em bicicleta btt. Agora Junqueira e a Serra do Arestal, esperam voltar a receber ao longo do ano, mais vezes a vossa visita.

Organização:
Vale dos Duros e Junta de Freguesia de Junqueira

Apoios:
Câmara Municipal de Vale de Cambra, Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra, Marsilinox, Pedalsempre, SCOTT, Polisport, Tendencia Visual, Associação de Souto Mau, Talho Confiança, Quinta do Barreiro, Montanhas Mágicas.

Música:
Bensound.com

#INSCRIÇÕES ABERTAS – O Vale dos Duros GPS 2017

REGULAMENTOINSCRIÇÕES | LISTA INSCRITOS |  | PERCURSO

SEGURANÇA | ONDE COMER | ONDE DORMIR

Podem marcar na agenda!

18.Março.2017, O Vale dos Duros GPS – Turismo em bicicleta btt.

Turismo em bicicleta BTT

Nesta próxima edição, vamos deixar a Serra da Freita a recuperar do grande incêndio e explorar mais a fundo a SERRA DO ARESTAL, com partida e chegada mesmo no interior do concelho de Vale de Cambra, mais precisamente em JUNQUEIRA.

Descobrir aldeias vivas, plantar uma árvore para assinalar o Dia Internacional das Florestas, fotografar belas paisagens e como não podia deixar de ser, fugas gastronómicas, pois no final têm a oportunidade de “Regressar ao Talho de Cabanes”, entre outros tasquinhos e restaurantes.

Continuar a ler “#INSCRIÇÕES ABERTAS – O Vale dos Duros GPS 2017”

A data está marcada! O Vale dos Duros GPS 2017

Podem marcar na agenda!

18.Março.2017, O Vale dos Duros GPS – Turismo em bicicleta btt.

Turismo em bicicleta BTT

Nesta próxima edição, vamos deixar a Serra da Freita a recuperar do grande incêndio e explorar mais a fundo a SERRA DO ARESTAL, com partida e chegada mesmo no interior do concelho de Vale de Cambra, mais precisamente em JUNQUEIRA.

Descobrir aldeias vivas, plantar uma árvore para assinalar o Dia Internacional das Florestas, fotografar belas paisagens e como não podia deixar de ser, fugas gastronómicas, pois no final têm a oportunidade de “Regressar ao Talho de Cabanes”, entre outros tasquinhos e restaurantes.


INSCRIÇÕES A PARTIR DE 1 DE FEVEREIRO DE 2017